De Segunda a Sexta-feira: 09:00 às 21:00 e Sábado: 09:00 às 12:00
 
 
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
PROFISSIONAIS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO
 
Ícone de menu
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
PROFISSIONAIS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO
Lupa para pesquisa

As principais lesões no tênis

Tênis e Massagem: Parceria ideal dentro e fora das quadras

Quem é frequentador assíduo das quatro linhas já sabe: é muito fácil se machucar praticando tênis regularmente. Apesar de não ser um esporte que exija o contato direto com várias pessoas ao mesmo tempo, ele tem como pontos decisivos a agilidade, a rapidez e a resistência, o que traz como fator negativo a vulnerabilidade de: joelhos, braços, pernas, cotovelos, articulações, punho, lombar, coluna, ombros e pés. Vulnerabilidade esta que abre caminhos para o surgimento de lesões e contusões que afetam tenistas recreativos, amadores e profissionais.

Com o número de praticantes de tênis crescendo ano após ano no Brasil e no mundo, é fundamental adotar alguns hábitos antes e depois das atividades referentes ao esporte, não só prezando o bom condicionamento físico do atleta como também a fim de tratar lesões e até evitá-las, afinal, quantos tenistas já não sofreram lesões com menos de 4 segundos de partida, a partir de um simples pisar em falso? E quando bastou aquela esticadinha a mais para alcançar a bola e lá se foram 10 meses de recuperação até retomar os treinos? Não é apenas a pressão do jogo que aumenta, ou a pressão por resultados e progressos. A pressão interna, física e imunológica cresce da mesma forma, podendo ser determinante na carreira do tenista.

As lesões e contusões acabam sendo responsáveis pela redução do rendimento do atleta e até afastamento dos treinos, quadras e competições por longos e preciosos períodos dentro do tênis, visto que estamos falando de um esporte onde é essencial manter a frequência de treinos e capacitações que permitem o atleta evoluir cada vez mais.

E, assim como o habitual paralelo entre o moderno e o antigo, a diversidade tange a paisagem chinesa. Com o amplo poderio territorial é possível mirar lindas montanhas, como a conhecida Cordilheira do Himalaia, onde localiza-se o Everest – a maior montanha do mundo, e também vislumbrar-se com os arranha-céus de Xangai, Hong Kong e Macau, esta última peculiar por influências lusitanas dadas no período colonial da China, levemente percebidas pela gastronomia e cultura regional. Sim, é uma cidade que pode lembrar, vagamente, um pouquinho do nosso país e cidades urbanas e de vidas noturnas, como São Paulo e o Rio de Janeiro.

Imagem de um atleta jogando Tênis

O corpo do atleta precisa encarar a dinâmica que o esporte traz, mas sem deixar que isso afete o desempenho e o prazer na prática, pois quando uma atividade deixa de ser agradável para ser prejudicial e sinônimo de desconfortos e dores constantes tudo muda de figura, e o que era para ser um estilo de vida pode virar um combo de dificuldades que podem levar o praticante, inclusive, a abandonar o tênis. É trocar o esporte por tratamentos e mais tratamentos, não para se manter nas quadras, mas sim para se manter disposto para a vida.

Lesões como a chamada tenis elbow – ou, no português, cotovelo de tenista são mais conhecidas, entretanto, existem outros tipos de lesões que são tão recorrentes quanto esta, merecendo igual atenção e cuidados. Confira esta e outras a seguir.

Cotovelos

Lesão Principal: Cotovelo de Tenista

Chamada também de epicondilites laterais, a lesão cotovelo de tenista ocorre com mais frequência em iniciantes e em praticantes de backhand (movimento utilizado no tênis) com apenas uma mão, o que promove o desgaste dos músculos extensores do punho e das mãos através da repetição com a qual ele é executado. Porém, o uso de raquetes pesadas, má realização de movimentos, alta tensão nas cordas e o tamanho inadequado da empunhadura são outros agravantes que levam a esta lesão.

Ombro

Lesão Principal: Bursite

Dores na região dos ombros são naturais para tenistas por conta dos pequenos traumas que as articulações sofrem a cada saque realizado pelo atleta. Esses esforços podem ocasionar bursites, caracterizadas pelas dores localizadas na parte superior e anterior do ombro e a dificuldade de movimentação.

Quadril

Lesão Principal: Labral

Dor de cabeça para muitos tenistas, como foi o caso do nosso brasuca Gustavo Kuerten, a lesão labral acontece graças aos movimentos de rotação do quadril que desgastam a cartilagem presente na região, aumentando a fragilidade das articulações. Como consequência, dores insuportáveis até que o tenista fique impossibilitado de frequentar as quadras.

Lombar

Lesão Principal: Espondilólise

O maior número de lesões em atletas ocorre na região lombar. Com o tenista não é diferente. O movimento de saque, uma vez que é executado várias vezes e em curto período de tempo gera uma sobrecarga na coluna que culmina na espondilólise, ruptura da vértebra L5 numa parte específica denominada pedículo.

Joelho

Lesão Principal: Torção e Menisco

Formado por vários ligamentos e estruturas, o joelho é uma das regiões que mais sofrem lesões em todos os esportes, não só no tênis, pela complexidade que comporta. Torções e sobrecargas, sobretudo em mulheres, afetam joelhos e podem ocasionar problemas sérios no menisco, estrutura amortecedora de impacto.

Massagens e sua efetividade para Tenistas

Como podemos ver, são muitos os problemas físicos que a prática do tênis pode trazer aos seus praticantes, que não terão outra alternativa a não ser lidar com tratamentos, reabilitações e processos exaustivos de fisioterapia ou, em situações mais graves, operações seguidas de longas recuperações que nem sempre podem sanar todas as dores e males causados por esforços repetitivos e movimentos de desgaste corporal.

Mas tão importante quanto saber todos os dissabores do esporte, na intenção de evitá-los ao máximo é contar com as massagens desportivas, que já foram assunto aqui no blog e ajudam o atleta antes, durante e depois de treinos, partidas e competições. Além delas, também temos as massagens relaxantes como excelentes atividades de manutenção, enrijecimento, relaxamento e condicionamento físico. Acompanhe.

Massagens relaxantes

Beneficiando a flexibilidade e aumentando a circulação, ela atua em prol de acalmar o corpo por meio do relaxamento, alívio do estresse e diminuição de dores. Quem também só tem a ganhar é a sua corrente sanguínea, que fica mais potente e aumenta o fluxo de nutrientes, remove substâncias tóxicas presentes nas células e facilita a atividade dos músculos.

Principais Massagens

Massagens Desportivas

Já falamos delas no blog, mas não custa nada recordar. Com técnicas de deslizamento, amassamento, percussão, fricção e vibração, reabilitando e também blindando os atletas das inúmeras lesões existentes, a massagem desportiva tem atuação direta em áreas como musculatura, tendões ou articulações, aumenta a circulação do sangue, elimina toxinas e melhora o desempenho. Seu objetivo é aumentar a circulação sanguínea e ajudar a eliminar as toxinas acumuladas após o exercício físico, resultando em uma recuperação mais efetiva no pós-treino.

Principais Benefícios

  • Recuperação rápida e eficaz
  • Menor índice de dores
  • Corpo mais disposto
  • Melhora da circulação sanguínea
  • Músculos mais tonificados e rígidos
  • Redução do estresse e da ansiedade
  • Redução do risco de lesões

Condicionar o seu corpo através de exercícios de fortalecimento, alongamento e manutenção do equilíbrio muscular é primordial na vida do tenista, não importando o nível de habilidade e prática em que ele se encontra. Da mesma forma, inserir na rotina esportiva sessões regulares de massagens relaxantes e desportivas também são o segredo para que o tênis siga como uma atividade que dá gosto de praticar, sem dores e riscos de lesões.

Por isso, convidamos todos os amantes do tênis a conhecer nosso estúdio. Conversando com quem entende do assunto e vai compartilhar com você o poder que as massagens possuem em todos os aspectos preparatórios e pós-preparatórios do atleta, você não terá mais dúvidas de que elas são o saque-extra que você precisa aderir à sua rotina de treinos. Vale lembrar que o Yoga, também traz inúmeros benefícios para a prática esportiva; a mente, a respiração e a consciência corporal unidas proporcionam um corpo saudável e uma mente livre de distração.

Entre em contato e agende um horário. Levando relaxamento e vigor para seu corpo e mente, o Estúdio Essência Yoga está sempre preparado para entrar em quadra junto com você!

Namastê!


Gostou da matéria?

Compartilhe com seus amigos!


Essência Yoga | Yoga e Massoterapia © 2016 | Todos os direitos reservados
Alameda Araguaia, 762 - Shopping Flamingo
Lojas 21s e 22s – Piso Superior
Alphaville / Barueri - SP
CEP: 06400-000
Whatsapp