De Segunda a Sexta-feira: 09:00 às 21:00 e Sábado: 09:00 às 12:00
 
 
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
PROFISSIONAIS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO
 
Ícone de menu
HOME
NOSSO ESTÚDIO
AULAS
MASSAGENS
TERAPIAS NATURAIS
HORÁRIOS
PROFISSIONAIS
BLOG
AGENDA
FALE CONOSCO
Lupa para pesquisa

Lugares Mágicos do Mundo

Índia: O místico país que transcende o tempo

Com mais de 34 mil anos de legado comprovados arqueologicamente, a Índia é um dos principais países no continente asiático que são dotados de muita história, cultura e misticismo. Conhecida pela alta taxa populacional - ultrapassando a marca de um bilhão de pessoas, é reduto de obras arquitetônicas imponentes e templos religiosos mantidos às margens do tradicionalismo, mesmo em meio às evoluções e adaptações impostas pelo mundo moderno.

A capital do país continental – e cidades

Sua capital, Nova Délhi, é famosa por abrigar grandes centros comerciais e históricos que aglomeram visitantes de todo o planeta ávidos por conhecimento, elementos culturais e relatos impressionantes de espiritualidade e descobertas. Mas outras cidades, como é o caso de Varanasi abriga a história secular por trás do Rio Ganges, que com suas águas purificantes é condutor de paz espiritual aos vivos, em banhos e até consumo da água um tanto quanto questionável em pureza, e aos mortos, porque existe o hábito de considerar o rio uma espécie de cemitério e lá são despejados corpos, na intenção de que o indivíduo desencarnado seja acolhido pelo rio e banhado de paz, absolvição e plenitude.

Fé em todo lugar

Isso, claro, segundo o hinduísmo, corrente religiosa predominante em todo o país – que também concentra as correntes do budismo, jainismo, cristianismo, islamismo e o sikhismo – porém, a maioria da população é hinduísta e há todo um sincretismo acerca desta religião, seus propósitos e ideologias.

De qualquer forma, podemos dizer que a Índia é um país que condiciona seu povo à religiosidade, de modo geral, e utiliza da espiritualidade para promover premissas e conceitos característicos da área: crença politeísta, prática de jejum, submissão às divindades e crença de merecimento: se estou na condição atual, seja ela boa ou ruim, é porque mereci.

Imagem de um templo na Índia

Taj Mahal: Muito além de uma canção

Ainda abordando seu conceito histórico, podemos citar a linda história de amor por trás da construção do palácio Taj Mahal. O monumento, inspiração de Jorge Ben Jor para a música homônima, foi construído em 1600 com o objetivo de presentear a esposa do príncipe Shah Jahan, Mumtaz Mahal, nome que significa "a escolhida do palácio''. Hoje, o palácio abriga os restos mortais de ambos e é um dos locais mais procurados por turistas do mundo inteiro.

Paz? Nem tanto

Quem espera da Índia um refúgio de paz e tranquilidade pode se impressionar ao frequentar seus centros urbanos, sempre bastante movimentados e acelerados, sem contar o misto de pressa com poluição sonora e ambiental. Talvez por isso o país tenha protegido ainda mais seus preceitos de sintonia e equilíbrio, já que é uma localidade de extremos em que, teoricamente, o estresse tenha vez na vida cotidiana.

Lugar de comer bem

Com um peso histórico também na culinária, a Índia se destaca gastronomicamente não só pela variedade de especiarias oriundas de lá mas pelas receitas que usam e abusam de condimentos, vegetais e iguarias. O interessante é experimentar pratos como o cuscuz indiano e desbravar o país também pelo paladar.

Lembrando que carne bovina você não pode degustar no país, pois os indianos tomam as vacas por animais sacros e matá-las é um ato que atenta contra as divindades e desequilibra o universo. Então, aos fãs daquele hambúrguer tenro e suculento a afirmativa procede: carne bovina nem pensar. Você pode até ser preso caso cometa algum ato proibido referente ao animal – o que vai estragar um bocado o seu tour pelo país.

Independência e Tradicionalismo

A Índia tornou-se oficialmente um país em 1945, recebendo o nome de República da Índia. O marco da independência não impediu o país de manter seus costumes seculares, tampouco não abrir mão do seu misticismo, valores e importância atribuídos ao equilíbrio físico e mental, indispensáveis a qualquer ser humano pleno de seus desejos e ciente de seu papel no universo enquanto parte do conjunto de energias e vibrações positivas que permeiam o plano terreno.

Índia e a Medicina Natural

A Índia é, também, berço das principais medicinas tradicionais que conhecemos, dentre as quais podemos destacar a medicina ayurvédica, com origem há cerca de 5000 anos e tida por muitos entusiastas e especialistas como a mais antiga ciência da saúde.

Também chamada de mãe de toda a saúde, pois através dela surgiram outros métodos medicinais, a Ayurveda - ayur = vida e veda = ciência - foi replicada milenarmente com a prática antiga da oratória entre mestres e discípulos, o que não favoreceu tanto seu conhecimento amplo e a cura védica, levando este e outros métodos medicinais antigos serem compartilhados entre famílias, com o objetivo de preservar todos os ensinamentos e orientações provenientes do método sem que o progresso fizesse com que os ensinamentos de seus ancestrais sucumbissem.

Ensinando que o homem é um universo dentro dele mesmo, totalmente constituído de corpo, mente e espírito, refletindo assim sinergia dinâmica entre tais elementos por meio da saúde, a medicina indiana traduz a singela e prática ciência vital, na qual os princípios ayurvédicos são pautados na eterna sabedoria do povo que a segue, surgida a partir de conhecimento, experiência e meditação. Em resumo, trata-se de um sistema aplicável universalmente pra quem busca a paz e harmonia interiores, sendo considerada um dos seis sistemas médicos reconhecidos na Índia junto de: alopatia, homeopatia, naturopatia, Unani e Siddha (subtipo de Ayurveda adotada no Sul do país).

Ayurveda e as Terapias Naturais

A naturologia tem muito a agradecer à medicina indiana ou ayurveda, pois foi ela uma das medicinas tradicionais, que desencadeou o estudo, experimentação e consolidação de terapias e práticas em prol do campo físico, mental e energético que hoje fazem parte da nossa rotina diária e são exemplos incríveis de atividades e métodos que buscam aprimorar o ser humano de dentro para fora e de fora para dentro.

Yoga, Massagem Shantala e Massagem Ayurvédica são algumas das terapias que tiveram como mãe a medicina indiana e todas as suas evoluções e aprendizados desenvolvidos em séculos e séculos de sabedoria, compreensão e ponderação acerca da nossa vida e nosso bem-estar.

"O que se faz num dia é semente de felicidade para o dia seguinte."
Provérbio indiano

Como vimos, a Índia é um valoroso e rico pedaço da história da humanidade que se reinventou com o passar do tempo, mas sem deixar que a sua cultura e o seu ideal social se perdessem pelo caminho. E aproveitando o provérbio indiano acima, nós do Essência queremos saber: O que você fez hoje que vai garantir sua felicidade amanhã? Cuidou da sua saúde mental? Conheceu novos lugares? Se permitiu praticar novos métodos de relaxamento para ter uma vida mais equilibrada?

Conta pra gente em nossas redes sociais o que você faz para cultivar um pouquinho do que a ÍNDIA nos ensina há milênios e perdura até hoje.

Namastê – e, se puder, conheça a Índia PRA VALER.


Gostou da matéria?

Compartilhe com seus amigos!


Essência Yoga | Yoga e Massoterapia © 2016 | Todos os direitos reservados
Alameda Araguaia, 762 - Shopping Flamingo
Lojas 21s e 22s – Piso Superior
Alphaville / Barueri - SP
CEP: 06400-000
Whatsapp